×

Parceria portuguesa e dinheiro chinês fazem o Wolves saltar da 2ª divisão para a Europa League

por Mohamed


Postado em 04 June 2019 as 12:12 Horas



Em duas temporadas, muita coisa pode mudar no futebol. O Wolverhampton provou isso nas temporadas 2017/2018 e 2018/2019. O clube deixou a segunda divisão do Campeonato Inglês e se garantiu na Europa League neste curto espaço de tempo. E para isso, tiveram investimento vindo da China além de uma parceria portuguesa com muito sucesso.

Os Wolves estavam na Championship na temporada 2017/2018 com o objetivo de buscar a vaga na elite. Não só a classificação veio como o título da segunda divisão. O Wolverhampton fez 99 pontos na temporada passada, tendo uma das melhores campanhas da história da segundona.

Logo em sua primeira temporada na elite, a equipe não decepcionou. Fez uma grande campanha e terminou com a 7ª colocação. Foram 57 pontos na competição, com 16 vitórias, nove empates e 13 derrotas.

A ótima campanha garantiu uma vaga na Europa League da temporada que vem já que o Manchester City conquistou a Copa da Inglaterra e a Copa da Liga Inglesa, abrindo duas vagas para a Europa League via Premier League.

E toda essa evolução do Wolverhampton tem motivos. Um trabalho muito bem feito, com um ótimo planejamento e com ajudas vindo de outros países.

A empresa Fosun comprou os Wolves, e investiu bastante no clube. Esta empresa tem ligações com o empresário Jorge Mendes, que cuida das carreiras de Cristiano Ronaldo e José Mourinho. Tendo contato com o time inglês, o agente ajudou na montagem do elenco.

A convite do empresário, o treinador Nuno Espírito Santo deixou o Porto e a Champions League para assumir os Wolves na Championship. Ele foi um dos grandes responsáveis pela mudança de patamar do clube.

Para a próxima temporada, o Wolverhampton terá grandes desafios, como mesclar quatro competições praticamente que ao mesmo tempo: A Premier League, a Copa da Inglaterra, a Copa da Liga Inglesa e a Europa League.

 

Compartilhe: