×
90 segundos de leitura

Apesar do jogo equilibrado, França elimina Brasil na prorrogação

por Vitória Junqueira


Postado em 23 June 2019 as 19:07 Horas



Seleção Francesa, a anfitriã da Copa do Mundo de Futebol Feminino, venceu Brasil por 2 a 1 na prorrogação e eliminou o time do torneio.

 

Brasil teve estratégias de jogo elogiadas pelos críticos do esporte, a disputa mostrou um time concentrado e que fez um bom trabalho ao estudar suas a adversárias.

 

Os dois times mostraram muito entrosamento, o Brasil seguiu uma estratégia de marcação muito eficiente e a França veio com seu ataque pesado. O jogo seguiu muito equilibrado no tempo regular e terminou o segundo tempo empatado (1 a 1).

 

No primeiro tempo, as anfitriãs tiveram um gol anulado, após choque de Gauvin e Bárbara, foi a primeira vez que a nova regra foi usada nesta edição do mundial. A regra é clara e diz que, “o toque de mão ou braço na bola será considerado faltoso mesmo quando sem intenção ou involuntário. Isso valerá para toques que barram uma finalização ou passe e também para gols ou lances que originem uma jogada de gol. Em qualquer desses casos, o árbitro terá de marcar a infração”.

 

No segundo tempo, os dois times voltaram com o mesmo ritmo de jogo, mas a defesa do Brasil se distraiu e deixou a jogadora Gauvin marcar o primeiro gol, aos 53 minutos de jogo.

 

Logo em seguida o time brasileiro reagiu e ficou mais atento, foi quando Debinha fez uma ótima jogada, deixou para Thaisa finalizar e empatar a disputa, o que levou o jogo para a prorrogação.

 

A seleção brasileira voltou ao jogo demonstrando um pouco de cansaço físico, mas seguiu lutando pela vitória. Logo no ínicio Cristiane foi substituída, pois estava com muita dor na coxa e o time da França viu o Brasil perder forças.

 

Time Brasileiro se despede da oitava edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino Foto/Reprodução Instagram Seleção Brasileira

 

Com uma jogada conhecida, a seleção francesa fez o gol da vitória, Majri cruzou para Henry, que fez um gol na pequena área. E assim a França busca pela vitória consecutiva em Copa do Mundo de Futebol, sendo que o time masculino venceu o último torneio.

 

A seleção da França é uma das favoritas a levar o troféu, pois tem time composto por seis atletas do Lyon, o atual vencedor da Liga dos Campeões com seis troféus no total, sendo três seguidos.

 

E não para por aí, a técnica Corinne Diacre, 44 anos, é uma figura muito importante para o futebol Francês. Além de ter sido campeã como capitã da seleção francesa em 2003, ela quebrou alguns padrões e foi a primeira mulher a treinar um time masculino na França.

 

Corinne Diacre, técnica da Seleção Frances. Foto/Reprodução Instagram da treinadora

 

Agora, o time Francês aguarda o jogo entre Estados Unidos e Espanha, amanhã (24), que definirá sua próxima adversária. A jogo das quartas de final será na próxima sexta-feira, 28 de junho, às 16 horas (horário de Brasília).

Compartilhe: