×
90 segundos de leitura

Bolton, tradicional clube inglês, corre sérios riscos de entrar em falência

por Rodrigo


Postado em 26 August 2019 as 22:10 Horas



O Bolton Wanderers está muito perto de falir. Há sete anos, o tradicional clube de 145 anos estava disputando a Premier League, mas a agora vive uma crise financeira e institucional muito grave, que pode fazer com que a agremiação deixe de existir. O clube corre contra o tempo para recuperar a venda para seguir suas atividades. A negociação para a venda do Bolton foi interrompida neste final de semana passada e agora os responsáveis têm até às 13h desta terça-feira para acertar a negociação. 

Paul Appleton, administrador do clube, explicou a situação delicada que o Bolton se encontra neste momento. “Em 24 horas, o Bolton terá sua permissão de membro da Federação Inglesa revogada. Com a expulsão, serão mais de 150 empregos perdidos e a tristeza de uma comunidade em que o futebol se tornou símbolo de expectativa e esperança”, disse. 

 

O Bolton começou a ter problemas financeiros graves com o fato de dar calotes em contratações de jogadores. Os clubes que foram vítimas do Bolton acabaram acionando à Justiça para receber o dinheiro das negociações. 


Na temporada passada, o Bolton caiu para a terceira divisão inglesa atolado em dívidas e numa crise institucional séria. Na temporada 2011/12, o clube disputou a primeira divisão, mas depois de cair para a segunda divisão, o clube mergulhou em problemas. 

 

Em maio deste ano, o Bolton entrou em recuperação judicial por conta de uma dívida de 1,2 milhões de libras. O motivo foi dívidas de transferências não pagas. Com isso, o clube está proibido até agora de contratar novos reforços.

 

Nos últimos meses, a situação do clube apenas piorou. Os atletas alegaram estar sem receber salários há 20 semanas, além de não ter água potável para beber e nem mesmo para tomar banho. Além disso, o sumiço do presidente Ken Anderson só deixou a situação ainda mais delicada.

Compartilhe: