×
90 segundos de leitura

Especial: é possível a Champions para a Juve?

por Redação


Postado em 01 August 2018 as 03:03 Horas



A cada ano que passa, a Juventus aumenta a sua força em território italiano. Atual heptacampeã da Serie A e tetracampeã da Copa da Itália, a Velha Senhora não encontra oponentes à altura e supera, de longe, os principais times do país.

Não bastasse a base já montada, com a filosofia implantada pelo técnico Massimiliano Allegri desde 2014, quando chegou ao clube, a Juve contrata o melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, por 105 milhões de euros, junto ao Real Madrid.

A chegada do português, eleito cinco vezes o melhor do planeta, aumenta consideravelmente as chances do time de Turim de conquistar a tão sonhada UEFA Champions League, objetivo estipulado pelo clube.
Porém, assim como o time melhora a sua capacidade ano após ano, a pressão também ganha contornos maiores. Desde 1996, quando derrotou o Ajax, na decisão por pênaltis, a Juventus não conquista a orelhuda.

Nesses mais de 20 anos, bateu na trave em 5 oportunidades, perdendo na final em 1997 (Borussia Dortmund), 1998 (Real Madrid), 2003 (Milan), 2015 (Barcelona) e 2017 (Real Madrid).

Além de Cristiano Ronaldo, outros jogadores ainda podem chegar nessa janela de transferências. Como divulgado pelo Campeones, apesar de ainda não ter sido comunicado oficialmente, diversos veículos confirmam que o zagueiro Bonucci retorna à Juve em troca da saída de Higuain e Caldara para o Milan.

Mesmo aos 32 anos, a capacidade física de CR7 impressiona, mantendo uma ótima média de gols marcados por partida (um por jogo na passagem pelo Real) e o sucesso da equipe deverá passar pelo gajo. Outro ponto positivo para a Juve, é que ao contratá-lo, enfraquece o clube espanhol, atual tricampeão da UEFA Champions League.

Compartilhe: