×
90 segundos de leitura

Ida de Kaká para o Real está entre as piores contratações da história

por Rodrigo


Postado em 07 September 2019 as 10:10 Horas



O jornal inglês "Daily Star" nomeou recentemente as cinco piores contratações da história do futebol. Entre elas, está a do meia brasileiro Kaká, que trocou o Milan pelo Real Madrid em 2009, naquele ano em que Cristiano Ronaldo também se juntou aos merengues. Vamos ao ranking: 

1 - Fernando Torres 

A transferência de Fernando Torres para o Chelsea ficou com a primeira colocação. Foram 50 milhões de libras investidas pelo Chelsea para contratar o então craque do Liverpool, que marcou 81 gols em 142 gols pelos Reds. No entanto, o desempenho do jogador não foi o mesmo com o Chelsea. Foram 172 jogos com apenas 42 gols anotados. No Liverpool, Torres ficou marcado por ser um jogador temido, mas depois que foi para o Chelsea nunca mais foi o mesmo. 

2 - Jonathan Woodgate 

Em 2004, o Real Madrid estava louco por um zagueiro de ponta para solucionar os problemas defensivos. A aposta foi no inglês Jonathan Woodgate, do Newcastle. Foram 13 milhões de libras investidas para fechar com o defensor. O problema foram as lesões que o afastaram de toda a sua primeira temporada com o Real Madrid. Ao todo, foram apenas 14 jogos do inglês pelos merengues e vários problemas físicos. Foi assim que o Real o vendeu para o Middlesbrough, em 2006. ]

3 - Andy Carroll 

O atacante foi o pedido de Kenny Dalglish para substituir Fernando Torres, que havia acertado com o Chelsea. Com uma passagem positiva pelo Newcastle, o centroavante inglês Andy Carrol chegou ao Liverpool com uma transação girando na casa dos 36 milhões de libras, em 2011. Depois de 11 gols em 58 jogos e um futebol bem abaixo do esperado, os Reds passaram ele para frente. O West Ham foi o destino do atacante, que custou 15 milhões de libras aos Hammers. Trata-se de uma das apostas mais furadas do Liverpool. 

4 - Andriy Shevchenko 

Outra contratação furada do Chelsea na Era Roman Abramovich. Em 2006, o atacante vivia o auge da carreira, mas decidiu deixar o Milan para se aventurar na Inglaterra. A verdade é que a passagem de Sheva pelo Chelsea foi um verdadeiro fiasco. Foram 30 milhões de libras investidas no ucraniano. 

No Milan, Shevchenko deixou a marca incrível com 175 gols em 296 jogos. Com o Chelsea, os números foram bem fracos, com 77 jogos e apenas 23 gols anotados. O resultado disso foi que depois de três temporadas, o atacante foi negociado para o Dínamo de Kiev. Isso que antes ele chegou a voltar ao Milan para uma rápida passagem por empréstimo, mas sem sucesso. 

5 - Kaká

Em 2009, o Real Madrid contratou o meia Kaká por 60 milhões de libras, naquele pacote que ainda teve a chegada de Cristiano Ronado. Kaká chegou ao Real com a reputação de ser um dos melhores meias do futebol mundial muito por conta do que ele jogou no Milan, aonde venceu duas Champions, um Italiano e eleito melhor jogador do mundo. 

Porém, a passagem de Kaká com a camisa do Real Madrid foi marcada por lesões e problemas físicos. Foram 120 partidas, com 29 gols, e o resultado foi que anos depois o meia retornou ao Milan, mas também sem o mesmo sucesso de outrora. 

Compartilhe: