Liga Escocesa de Futebol pede socorro financeiro ao governo para evitar que clubes comecem a morrer

Nesta semana, o chefe executivo do torneio, Neill Doncaster, deixou bem claro em comunicado oficial que “até os times voltarem a jogar perante seus torcedores, a Liga Escocesa sofrerá perigo de morte”.

Famosa nos anos 90 por ter grandes estrelas atuando, a Liga Escocesa de Futebol está passando por apuros financeiros durante a pandemia de Coronavírus. Nesta semana, o chefe executivo do torneio, Neill Doncaster, pediu ao governo britânico uma ajuda financeira para os clubes que disputam a Premiership.

O dirigente entende que mesmo a liga dando sequência com os jogos com portões fechados nos próximos meses, os clubes vão sofrer um colapso financeiro deixando o futuro da Liga Escocesa ameaçado.

Doncaster entende que os clubes dependem e muito das receitas de bilheterias para terem uma saúde financeira. Com jogos sem torcida, os clubes irão perder uma renda considerável que ajuda não só no pagamento de salários do elenco, mas também de todo grupo de funcionários.

No futebol escocês, o dinheiro da venda de ingressos corresponde a 43% do montante de arrecadação anual dos 12 clubes que disputam a Premiership. Trata-se do maior percentual das 20 principais ligas europeias de futebol, onde na sua grande maioria conseguem ter fontes de renda com patrocínios e acordos milionários de direitos de transmissão.

Neill Doncaster deixou bem claro em comunicado oficial que “até os times voltarem a jogar perante seus torcedores, a Liga Escocesa sofrerá perigo de morte”.

A declaração do dirigente sobre o futuro da Liga Escocesa de Futebol deixou a imprensa britânica em alerta nesta semana. O futebol escocês é um dos mais tradicionais e antigos do mundo ao lado da Inglaterra, sem falar que o povo escocês é fanático por futebol em sua grande maioria.

Atualmente, a Liga Escocesa se baseia na ideia de ajuda dada pelo governo britânico aos times de rugby na Inglaterra por conta da pandemia de Covid-19. O governo disponibilizou uma quantia de 16 milhões de libras aos clubes de rugby. Neill Doncaster acredita que uma ajuda neste valor para os clubes será essencial para o futebol escocês sobreviver enquanto os torcedores não puderem voltar aos estádios.

Atualmente, a Liga Escocesa de Futebol está paralisada e com o Celtic na liderança da competição. Faltam três rodadas para o fim da temporada regular e mais cinco jogos da segunda fase que decide o campeonato. 

Mesmo com o torneio paralisado, a maioria dos clubes da primeira divisão defendem o encerramento da atual temporada. Se isso acontecer, o Celtic será declarado campeão nacional.