×
90 segundos de leitura

Mourinho não resiste aos maus resultados e deixa o comando do Manchester United

por Redação


Postado em 18 December 2018 as 02:02 Horas



Está decretado o fim da Era José Mourinho no Manchester United. Nesta terça-feira, o Manchester United anunciou a demissão do treinador português por meio de uma nota em seu site oficial e nas redes sociais. A demissão de Mourinho acontece depois de dois dias após a derrota sofrida pelo Liverpool pelo placar de 3 a 1, no Campeonato Inglês. Ao todo, foram 144 jogos de Mourinho no comando do United, sendo 84 vitórias, 32 empates e 28 derrotas.

De acordo com o comunicado do United, o time passará a ter um treinador interino até o final da atual temporada. A escolha ainda será anunciada pelo clube, mas o nome mais forte para ficar com este posto é o ex-volante Michael Carrick, que encerrou a carreira na temporada passada e desde então vinha sendo um dos auxiliares de Mourinho.

“O Manchester United anuncia que José Mourinho deixou o clube com efeito imediato. O clube gostaria de agradecer Jose por seu trabalho durante este tempo no Manchester United e desejar sucesso a ele no futuro. Um novo técnico interino será escolhido até o fim da temporada atual, enquanto o clube conduzirá um processo de escolha de um treinador novo e permanente”, diz a nota oficial.

Sobre a escolha de um novo treinador, a diretoria do clube inglês irá usar os próximos meses para buscar um novo nome no mercado para a disputa da próxima temporada. A ideia é reduzir os danos causados pela péssima campanha do time na Premier League e tentar buscar um fato novo visando as oitavas de finais da Liga dos Campeões, na qual o United terá o PSG pela frente.

Mourinho deixa o Manchester United depois de dois anos e meio. A sua passagem pelo clube ficou mais marcada por críticas ao desempenho do time, polêmicas de relacionamento com os principais jogadores do time e ausência de títulos de grande peso, como Premier League e Liga dos Campeões. Vale lembrar que a sua demissão vinha sendo especulada já há alguns meses, mas só aconteceu depois da acachapante derrota do time diante do Liverpool, que deixou o time atolado na crise ocupando a sexta colocação, com apenas 26 pontos.

Mourinho chegou ao United com a esperança de ser o sucessor ideal de Alex Ferguson. Anteriormente, o clube teve experiências ruins com David Moyes e Louis van Gaal e a história se repetiu com Mourinho. Na verdade, desde a aposentadoria de Ferguson, o United não se encontrou mais como time e nem com um treinador capaz de fazer um grande trabalho a longo prazo.

Logo na sua primeira temporada com o United, José Mourinho conquistou a Liga Europa, a Copa da Liga Inglesa e também a Supercopa da Inglaterra. Os títulos deram esperança de que o treinador poderia recolocar o United no topo novamente, mas não foi isso que aconteceu.

Na temporada seguinte, o United viu o rival Manchester City vencer o Campeonato Inglês de ponta a ponta. O vice-campeonato foi na verdade uma decepção para um time que não ganhou nada na temporada e ainda acumulou um vexame ao cair para o Sevilla nas oitavas de finais da Liga dos Campeões, jogando em casa, além de ter perdido para o Chelsea a final da Copa da Inglaterra.

Na temporada atual, o Manchester United caiu ainda mais. Incomodado pelo fato de o clube não ter contratado os reforços pedidos, Mourinho inciou a temporada criticando a diretoria pela falta de contratações de peso e os resultados em campo foram muito ruins. O time mostrava uma crise técnica dentro de campo, com um estilo de jogo defensivo e os péssimos resultados na pré-temporada mostrou que o time teria mais um ano complicado.

Após ir muito mal na pré-temporada, o United foi acumulando jogos ruins e os problemas só aumentaram quando iniciou-se uma crise de relacionamento de Mourinho com os principais jogadores do elenco, entre eles o meia Pogba, além dos atacantes Martial e Alexis Sánchez. Isso sem falar da eliminação na Copa da Liga Inglesa para o pequeno Derby County.

Os péssimos resultados do time somado com a crise no vestiário resultou na demissão do treinador, que poderia ter caído antes de dezembro. Com 26 pontos, sendo sete vitórias, cinco empates e cinco derrotas, o Manchester United tem o seu pior início de temporada na Premier League nos últimos 28 anos. Apesar de o time ter conseguido avançar na Liga dos Campeões, o treinador caiu e terá que mostrar capacidade para voltar ao mercado.

Demitido, Mourinho mostra sinais de queda há um bom tempo. Não só nesta temporada, mas no ano anterior, o treinador vinha mostrando sinais de que precisava de uma reciclagem. Com ele no comando do United, o time jogada a maioria dos jogos de forma muito defensiva e isso virou um prato cheio para os rivais, que atropelaram a equipe nos últimos anos.

Sem Mourinho e seu futebol reativo, o United terá que se reinventar pára tentar minimizar os prejuízos de uma temporada ruim do time. O time ainda tem a Liga dos Campeões, a Copa da Inglaterra para se recuperar. No Campeonato Inglês, o jeito e buscar uma vaga no G4.

Compartilhe: