Na Escócia, a opção foi mesmo encerrar o campeonato nacional dando o título ao Celtic

O Celtic estava na liderança do torneio com 13 pontos de frente para o arquirrival Rangers.

A Liga de Futebol Profissional da Escócia (SPLF), anunciou de forma oficial nesta segunda-feira que o campeonato nacional foi dado por encerrado. Por decisão unânime dos clubes e das autoridades, o torneio foi encerrado com o Celtic campeão e o Hearts rebaixado para a segunda divisão. 

A Premier League Escocesa foi paralisada por conta da pandemia de Coronavírus no dia 13 de março.e com ainda 49 jogos a serem realizados até o final da disputa. O Celtic estava na liderança do torneio com 13 pontos de frente para o arquirrival Rangers. Foi o nono título seguido do Celtic no campeonato nacional, que vem sendo dominado pela equipe alviverde desde a crise que resultou no rebaixamento e na reestruturação do Rangers.

Ao todo, Foram 26 vitórias em 30 jogos até a suspensão do torneio, com 89 gols marcados e 19 sofridos. O Celtic também pediu aos seus torcedores para não irem ao Celtic Park celebrar a conquista para evitar aglomerações.

O fim do Campeonato Escocês era dado como certo desde a semana passada. A média de pontos por jogo foi o coeficiente criado pela Liga Escocesa para determinar as posições finais do campeonato. O único time que mudou de posição com esse cálculo foi o St. Johnstone, que encerrou a disputa na sexta colocação. O Hearts, tradicional time de Edimburgo acabou amargando o rebaixamento.

A Escócia foi o quarto país europeu a encerrar o campeonato nacional de futebol por conta da pandemia de Coronavírus. Antes, tivemos a França, Holanda e Bélgica também decidindo dar os seus respectivos campeonatos como encerrados.

Agora, a Escócia se preocupa com a saúde financeira dos seus clubes da primeira e segunda divisão. Sem futebol, os clubes poderão ter uma possibilidade de buscar uma melhor forma de driblar a crise econômica que o torneio se encontra desde a paralisação.