Neymar não é mais atleta Nike e agora? O futuro do jogador ainda não é certo, mas os caminhos não são poucos

De Adidas, Puma, Jordan até criar uma marca própria. O camisa 10 possui uma lista de possibilidades para substituir a Nike.

Dia 31 de agosto de 2020 é um dia marcante para o marketing esportivo. Nessa data Neymar deixou de ser um jogador patrocinado pela Nike, marca que é sua parceira comercial desde quando ele tinha 13 anos de idade e ainda era uma grande promessa das categorias de base do Santos. 

Neymar é reconhecido pela sua técnica extraordinária e por ser uma pessoa muito ativa nas redes sociais, o que fez deles nos últimos anos uma das pessoas públicas mais reconhecidas no mundo, não apenas no esporte. 

Agora, o camisa 10 do PSG vai ter que olhar para frente e buscar uma opção para substituir a marca americana. Nós listamos as possibilidades mais prováveis.

1) Virar atleta da Adidas ou Puma. O problema aqui é que o Neymar já virou sinônimo de Nike. Normal, já que a marca patrocina o atleta desde que ele tinha 13 anos idade. Ou seja, separar um do outro vai demandar um trabalho de marketing inovador e algumas barras de ouro para pagar o Neymar e essa operação.

2) Ficar na Nike, sem ser Nike. Como assim? Fazer um acordo com a marca Jordan. Ela já é uma das fornecedoras do PSG. Caso isso aconteça, Ney se transformaria no primeiro garoto-propaganda da brand fora do basquete.

3) Criar uma marca própria. Neymar já alcançou um patamar de popularidade global que permite a ele criar mais uma nova tendência. Só que nesse cenário, mais do que nunca, o que o Neymar faz em campo, refletirá em mais ou menos vendas. Só rede social não basta.

OBS: Se existe algo que o Neymar faz bem é trabalhar seu marketing pessoal, então não exclua a change dele tirar um coelho da cartola e ficar com a opção 2 e a rescisão com a Nike ter sido um truque publicitário para fazer barulho na mídia e ele continuar como atleta Nike só que através da Jordan, que como disse anteriormente, é uma das grifes da marca esportiva norte-americana.