×
90 segundos de leitura

Real Madrid chega ao quarto título de Champions em cinco anos e se aproxima de recordes da lendária equipe dos anos 50

por Redação


Postado em 28 May 2018 as 03:03 Horas



Com o títulos conquistado diante do Liverpool, no último sábado, em Kiev, o Real Madrid chegou ao seu quarto título de Liga dos Campeões em cinco anos, se aproximando muito da lendária equipe dos anos 50, liderada por Alfredo Di Stéfano, que conquistaram cinco títulos de forma consecutiva.

No atual time liderado por Zinedine Zidane no banco de reservas, o Real Madrid não sabe o que é perder uma eliminatória de Liga dos Campeões desde que o francês assumiu o comando do time. O resultado disso tudo são três títulos europeus.

A verdade é que o Real Madrid também conquistou as três taças seguidas com basicamente o mesmo elenco. O Real campeão europeu na temporada passada apostou no seu elenco e não contratou ninguém para o novo ano e conquistou mais um título.

O próprio treinador admitiu após a conquista do tri que o Real Madrid está fazendo história na Europa mais uma vez. “Não tenho palavras. Todos estamos aqui para viver isso. Temos que aproveitar o momento, estamos fazendo história. Vivemos para esses momentos e estas emoções”, declarou Zidane.

No campo, a grande figura do sucesso do Real Madrid nos últimos anos é o craque Cristiano Ronaldo. Pela sexta edição seguida da Champions, o craque terminou como goleador e só dividiu o posto de artilheiro do torneio em 2014 com Neymar e Messi. Curiosamente, em 2008, quando o Manchester foi campeão europeu, o craque também terminou como goleador da competição.

Com 120 gols, CR7 é o maior artilheiro da Liga dos Campeões na história, com 120 gols, vinte a mais que Messi, seu maior rival dentro de campo e na disputa por prêmios individuais.

O único recorde que Cristiano Ronaldo não conseguiu bater foi de marcar gols em todas as finais que disputou. CR7 marcou em 2008 quando venceu com o Manchester United e nas conquistas merengues de 2014 e 2017. Já o lendário Alfredo Di Stéfano marcou gols nas cinco finais que o Real venceu nos entre 1956 e 1960. Uma eficiência absurda.

Agora, outro recorde importante foi batido nesta decisão do último sábado. Marcelo e Casemiro também entraram para a história como os brasileiros mais vencedores do torneio, com quatro conquistas, superando Daniel Alves, Roberto Carlos e Sávio.

O Real Madrid segue seu domínio na Europa. São 18 finais disputadas e 13 vencidas na história da Liga dos Campeões. A atual geração liderada por Cristiano Ronaldo entrou de vez na história e este novo Real montou uma nova dinastia no futebol europeu.

A questão agora é: Quem irá derrubar este domínio do Real Madrid no torneio europeu? Lembrando que desde 1998, quando o Real quebrou um longo jejum de 32 anos sem vencer a Champions, o clube espanhol ganhou sete taças nos últimos 20 anos.

Compartilhe: