×
90 segundos de leitura

Sylvinho já está sob pressão no comando do Lyon

por Rodrigo


Postado em 01 October 2019 as 19:07 Horas



Logo no seu primeiro desafio como treinador principal, o brasileiro Sylvinho tem encarado uma forte pressão. Apresentado para ser o novo treinador do Lyon para a temporada, o brasileiro mostrou um bom trabalho na pré-temporada, mas a questão é que o time tem sofrido para engrenar na Ligue 1. A pressão não é só sobre Sylvinho, mas também em Juninho Pernambucano, que também chegou para ser o diretor de futebol e tem sido questionado por ter indicado o compatriota para o cargo. 

A situação do Lyon não é nada boa na temporada. O time não sabe o que é vencer há sete jogos, sendo seis deles pela Ligue 1. Inclusive, a má sequência de resultados fez com que o Lyon caísse para a décima primeira colocação, com apenas nove pontos. Trata-se da pior sequência do time desde a temporada 2013-14. 

A situação fica ainda mais delicada pelo fato de o treinador ainda não dominar o francês e dar as sua coletivas de imprensa em português. Além disso, ele conversa com os atletas em inglês pelo fato de não falar bem o francês. Quem tem ajudado Sylvinho nesse processo de comunicação com o elenco é o ex-zagueiro Claudio Caçapa, que jogou no Lyon ao lado de Juninho entre 2000 e 2007. 

Aos 45 anos, Sylvinho está na sua primeira experiência como treinador. Antes, ele foi auxiliar de Roberto Mancini entre 2014 e 2016 na Inter de Milão. Depois de se tornou auxiliar técnico de Tite na Seleção Brasileira, posto esse que ele deixou antes da disputa da Copa América deste ano para aceitar o convite para ser treinador do Lyon. 

Mesmo assim, a aposta do Lyon em Sylvinho tem sido bem criticada pela imprensa local. 

Compartilhe:


Card image cap
Rodrigo
Editor

Quando você ouve que o futebol vai além do que se vê é porque existem pessoas como esse cara. Rodrigão é nosso Guardiola. Acorda, come, vive e respira futebol europeu. Com passagens pelo Grupo Bandeirantes, vem dele a maioria das matérias especiais que você lê por aqui. Ah! Os trocadilhos infames também.

INSTAGRAM (Siga-nos)