×
90 segundos de leitura

Wenger não vê a hora de voltar a treinar um time

por Rodrigo


Postado em 04 September 2019 as 20:08 Horas



Arsène Wenger é um dos treinadores mais experientes e consagrados de toda a Europa. Há um ano, o francês encerrava um trabalho de 22 anos com o Arsenal e nunca mais voltou a treinar um time. Experiente e disposto a voltar a trabalhar, Wenger admitiu que tem medo de nunca mais ter a chance de ser treinador novamente. Por conta disso, ele admitiu estar aberto a ouvir propostas. 

"Não posso viver com o fato de nunca mais treinar uma equipe. Estou desesperado para voltar a treinar", disse Wenger, em entrevista ao BeIN Sports.

Confira tudo sobre a Liga dos Campeões 

Confira as principais matérias da Europa League 

 

Acesse as últimas notícias e fique por dentro do que está rolando no futebol europeu

Os últimos anos de Arsenal não foram bons 

Os últimos anos de Arsène Wenger no comando do Arsenal não foi como os torcedores gostariam que fosse. Famoso por travar rivalidades com Alex Ferguson na década passada e também nos anos 90, Wenger assim com o Arsenal foi se enfraquecendo e perdendo poderio para outros times na Inglaterra e na Europa. A seca de títulos e a falta de reforços de peso foram fundamentais para a sua saída dos Gunners há mais de um ano, em maio de 2018. 

Aos 69 anos, Wenger segue de olho em busca de um novo desafio na carreira. Ele ainda não descarta um dia ter a chance de assumir uma seleção nacional visando a Copa do Mundo de 2022, no Catar. No entanto, o treinador admite que gostaria de treinar um time forte, numa liga forte e com jogadores de excelência. 

"Devo dizer que sempre quis ir para uma Copa do Mundo. É o trabalho de um treinador ir até o local onde os melhores jogadores do mundo jogam futebol. Se as coisas derem certo, você me verá tocar o gramado no Catar daqui a três anos", finalizou Wenger.

Atualmente, Wenger faz aparições como comentarista de algumas emissoras na Inglaterra e também na França. 

Compartilhe: